sexta-feira, 14 de maio de 2010

Desconverça

-Por ventura Moraldo desceu nesta estação?
-Tinha em mãos um jornal velho e três sementes de tamarindo.
-Agora basta que amanheça.
-Toda madrugada é uma geada que só vendo...
-É a vez da fumaça se desfazer, do buli esfriar.
-Eu custo crer na ausência dela, me acompanhava, miando, pela plataforma.
-Esse silêncio todo é quase um incomodo, preciso de ruídos e uma bebida, adeus!
-Amanhã é dia de galinhada na casa da Etelvina, se der apareça, e leve seu amigo.

3 comentários:

Cássio Amaral disse...

Gostei amigo. Muito bom.

Grande abraço e muita luz e força.

isaias de faria disse...

escrevendo...vamos nessa.

mary disse...

We use our extensive database of call centers across the globe, to find you the service providers that best suits your needs. We might also collaborate with other Brokers and Consultancies and enter into strategic alliances with them to find you the best suited service providers.
===============
seo projects