sábado, 4 de outubro de 2008

Olhares


Uma ânsia de
ver mais perto,
um olhar de dúvida,
outro de desconfiança.
O quê se vê?
Monóculo OK,
mais esconde que mostra,
orelha que coça,
lábios retorcidos,
franzir sobrancelhas.
O quê se passa?
A Mágia da Imagem,
não sabê-la,
imaginar.
A Mágica de captar
um instante único e
perpetuá-lo.

2 comentários:

isaias de faria disse...

ficou a dúvida, que foto é essa ?
de algum filme... estar com um pensamento menos filósofo é dar espaço ao artístico: a imagem pelo que ela "é" e pronto. estou assim ultimamente.no filme "além das nuvens " o protagonista fala disso, que é menos filosofo por ser apegado demais as imagens.
gostei do poema. vamos em frente nas escritas.

isaias de faria disse...

esqueci de dizer: a dúvida e a desconfiança é bem filosófica. até.